Investigación Cualitativa em Brasil: Un Campo en Construcción

Anelise Gregis Estivalet

Resumen


Podemos definir o campo das metodologias qualitativas no Brasil como um campo em disputa e, concomitantemente, em construção. Neste artigo, apresentaremos três diferentes referenciais metodológicos que tem auxiliado a contrução de nossas pesquisa à nível de América Latina. O primeiro, será o método europeu da triangulação teórica e metodológica proposto por Uwe Flick. O segundo, o referencial estadunidense da antropologia “às margens do estado” trabalhado por Veena Das e Deborah Poole. E o terceiro e último, a abordagem colaborativa proposta por pesquisadores e pesquisadoras latino-americanas. Assim, ao concluirmos este trabalho, percebemos que as premissas metodológicas que fundamentaram a construção desse artigo correspondem a caminhos não tão usuais na produção das Ciências Humanas a nível de Brasil, porém vem ganhando mais espaço a cada dia por estarem respondendo de maneira satisfatória às questões que vem orientando as pesquisas no país e que optam pelo uso das metodologias qualitativas.


Palabras clave


Metodologias Qualitativas; Método da Triangulação; Antropologia das Margens; Descolonial; Abordagem Colaborativa.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))

Enlaces de Referencia

  • Por el momento, no existen enlaces de referencia


Grupo de Interés Especial en Investigación Cualitativa en Español y Portugués                                                                                         International Association of Qualitative Inquiry

ISSN 2473-4985